TOMA JEITO DE GENTE

Resignado por não trabalhar e sem grandes perspectivas de futuro, ele ocupa os dias anotando a rotina dos moradores do prédio com o intuito de lançar um jornal impondo normas de comportamento àqueles que precisam “Tomar Jeito de Gente”, ou seja, ser disciplinados. “O conflito interior dele revela seus princípios e preconceitos, transformando a solidão na sua única e fiel companhia”, afirma Fagundes. De acordo com o diretor, o personagem se considera na claridade e vê os outros na escuridão.

Rabugento e frustrado, o ditador da conduta alheia cresceu numa família econômica em afeto e esbanjadora na repressão da sua liberdade. Por isso, ele passou parte da vida ouvindo constantemente a expressão “Tomar Jeito de Gente”, e agora a repete às outras pessoas para recriminar o comportamento que considera fora do padrão. “Ele vive para cuidar da vida dos outros”, resume o intérprete. Mas pelo visto se esqueceu da sua.

Onde: Espaço Xisto Bahia
Quando:01,02,08,09,15 e 16/10/2011
Quanto: inteira R$10,00 meia R$5,00
Horário:20,00

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s