Programa Mediação FIAC 2013 tem lançamento nesta terça (30), no Espaço Xisto Bahia

01-O-Sapato-do-Meu-Tio1

Uma série de atividades marca a abertura do Mediação FIAC 2013, programa de formação em artes cênicas, que até novembro vai beneficiar diretamente cerca de 2.500 pessoas, entre educadores e estudantes de escolas públicas, ONGs e instituições socioeducacionais. O evento acontece em 30 de julho, a partir das 18h, no Espaço Xisto Bahia e envolve a entrega de “certificado” a 150 educadores, apresentação para convidados da peça O Sapato do Meu Tio seguida de bate-papo com os artistas e lançamento do site do programa de formação.

A edição de 2013 do Mediação FIAC tem patrocínio da Braskem e Governo do Estado da Bahia, através do Fazcultura, e integra as atividades comemorativas aos 20 anos do Prêmio Braskem de Teatro. Realizado pela Realejo Projetos, o programa é um desdobramento das ações de mediação cultural sistematizadas e desenvolvidas pelo Festival Internacional de Artes Cênicas (FIAC) a partir de 2011. Este ano, o programa ganhou autonomia em relação ao festival.

Mediação FIAC consiste em ações de caráter artístico-pedagógico, realizadas ao longo de oito meses: capacitação em mediação cultural para educadores seguido de acompanhamento artístico-pedagógico, visitas guiadas a espaços culturais, apreciação de espetáculos, conversa com profissionais das artes cênicas e oficinas artísticas.

“As atividades formativas do projeto são realizadas antes, durante e depois da apreciação de espetáculos de artes cênicas, e envolvem também reflexão e prática artística”, apresenta Rita Aquino, coordenadora pedagógica do Mediação FIAC, que se diferencia dos modelos tradicionais de projetos de formação de plateia. Na proposta da Realejo, as atividades buscam uma dimensão estruturante e multiplicadora, que confere autonomia aos participantes do projeto. “Nosso foco principal é reconhecer e reafirmar o lugar do educador como parceiro na formação de crianças, jovens e adultos”, observa a coordenadora.

Formação em rede

Os 150 educadores de aproximadamente 60 instituições que recebem o certificado na abertura desta edição do projeto, por exemplo, participaram de um curso de capacitação, realizado nos cinco espaços-parceiros do Mediação FIAC: Espaço Cultural Alagados, Centro Cultural Plataforma, Teatro SESC-SENAC Pelourinho e Cine-Teatro Solar Boa Vista, além do Xisto Bahia. O curso foi ministrado pelos mediadores do projeto (um grupo de seis profissionais ligados a arte-educação), sob a coordenação pedagógica de Rita Aquino, com objetivo de qualificar os educadores a desenvolver atividades de mediação cultural em sala de aula com os estudantes.

Rita Aquino destaca que o programa coloca em prática uma política de formação em rede: “Formamos os mediadores, que vão trabalhar junto aos educadores que, por sua vez, são agentes efetivos na formação dos estudantes como cidadãos. A partir daí, conseguimos ampliar as conquistas e chegar a números expressivos, mas efetivos, que contribuem para o acesso às artes cênicas”.  Este ano, a o projeto vai atingir diretamente 2.500 pessoas.

Experiência e aprendizagem

As ações do Mediação FIAC 2013 vêm sendo desenvolvidas desde abril. Entre elas, a aproximação com as instituições, o encontro de arte-educadores com o especialista Ney Wendell, a seleção dos mediadores, o grupo de estudos e, por fim, o curso de capacitação aos educadores. Felipe de Assis, coordenador geral do projeto, diz que escolheu este momento para o lançamento oficial do projeto, por ser uma etapa simbólica, de reconhecimento e valorização. “Os educadores, agora capacitados, compõem a equipe ampliada do Mediação FIAC. A escolha do espetáculo O Sapato do Meu Tio, que se afina ao evento, pois aborda a relação ensino-aprendizagem e a experiência da formação”, ressalta Felipe.

A peça, dirigida por João Lima, cumpre uma trajetória de sucesso desde 2005, quando ganhou o Prêmio Braskem de Teatro, nas categorias espetáculo adulto, direção e ator (Lúcio Tranchesi). A história coloca em cena dois palhaços – um veterano e um pupilo – num exercício de convivência, pautada pela aprendizagem, e enfocando o caráter cíclico da vida. “A partir deste lançamento oficial, damos o start às outras ações doMediaçãoFIAC, que são o acompanhamento pedagógico nas escolas, visitas guiadas, sessões de espetáculos seguidas de bate-papo e oficinas”, antecipa Rita Aquino.

 

Mais informações, mediacaofiac.com.br.

Fonte: http://www.cultura.ba.gov.br

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s