Sexta edição do FIAC traz 23 espetáculos a 20 espaços culturais de Salvador

Fiac

Festival Internacional de Artes Cênicas da Bahia(FIAC) chega à sua sexta edição e apresenta 23 produções de cinco países, que se espalham por cerca de 20 espaços de Salvador, de 20 a 29 de setembro. Uma das marcas desta edição do Festival é o número de espaços não convencionais que serão ocupados por espetáculos de teatro, dança e algumas performances. Do suntuoso Palácio Rio Branco à popular Estação da Lapa, dos fundos de um restaurante na zona boêmia do Rio Vermelho a um estacionamento – o circuito cultural proposto pelo FIAC, mais importante festival do gênero do Norte/Nordeste, propõe deslocar o olhar pela cidade. Os espaços incluem oito importantes teatros da cidade, além de ruas e praças.

A programação artística reúne espetáculos de teatro, dança e performances da Bélgica, Alemanha, Espanha e Argentina, além do Brasil, com produções de seis estados – Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás, Tocantins e Bahia. A mostra local acompanha a diversidade de propostas artísticas que compõem essa “ocupação” do FIAC, cuja programação inclui ainda atividades de formação e reflexão. O Festival é realizado pela Realejo Projetos e pela 7OITO Projetos e Produções, com patrocínio da Petrobras e Caixa Econômica Federal, e apoio financeiro da Secretaria de Cultura, através do Fundo de Cultura do Estado da Bahia.

A abertura acontece com o espetáculo Preparatio Mortis, do belga Jan Fabre, um dos nomes de maior destaque no panorama internacional das artes cênicas.Cinco mil flores de várias espécies compõem o ambiente da montagem nesta primeira apresentação de uma obra do polêmico Fabre no Norte/Nordeste. O ineditismo, já tradição na programação do Festival, se mantém nesta edição, com artistas estrangeiros que se apresentam pela primeira vez na região.

É o caso dos espanhóis PereFaura e Iñaki Álvarez, que (re)interpretam manchetes de jornal de forma poética e bem-humorada na montagem Diari d’Accions.O teatro realista argentino volta a marcar presença no Festival com El Tiempo Todo Entero, uma livre adaptação do clássico O Zoológico de Vidro(Tennessee Williams), da companhia El Silencio, que tem projetado internacionalmente o nome da diretora e dramaturga Romina Paula. Da Alemanha, a coreógrafa alemã Riki Von Falken e o dançarino Naim Syahrazad, da Malásia, trazem o espetáculo ECHO. It’s Just a Temporary Thing, no qual 200 pratos são utilizados num ambiente cênico que trata do encontro entre culturas.

SERVIÇO

Festival Internacional de Artes Cênicas da Bahia – FIAC

Onde:Sala do Coro do Teatro Castro Alves, Teatro, Galeria e Pátio do Goethe-Institut, Teatro do SESC-SENAC Pelourinho, Teatro Molière (Aliança Francesa), Teatro Martim Gonçalves, Casa Preta, Espaço Xisto Bahia,Solar Boa Vista, Teatro Pequeno (Casa Via Magia), Palácio Rio Branco, Galeria do Museu de Arte Moderna da Bahia, Escola de Dança da Funceb, Teatro Vila Velha, foyer do Teatro Castro Alves, Sala Polivalente do Teatro Castro Alves, La Taperia (Rio Vermelho), Estação da Lapa, Passeio Público, Praça da Sé

Quando:20 a 29 de setembro

Quanto: R$12 (inteira) e R$6 (meia) e espetáculos com entrada franca

Leia mais:

Espaço Xisto Bahia recebe ações da 6ª edição do FIAC

Programação completa no site www.fiacbahia.com.br

Anúncios

2 comentários sobre “Sexta edição do FIAC traz 23 espetáculos a 20 espaços culturais de Salvador

    • A programação no Espaço Xisto Bahia acontece nos dias 21 e 22, às 20h, com o espetáculo Nunca Nade Sozinho. Dos demais espaços você confere no site do FIAC, indicado no final do texto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s